Surf, natureza e mercado

0
Adriano de Souza. Foto Cícero Júnior.

A conexão existente entre a natureza e o surf é por demais encantadora, uma relação criada pelo homem que manifesta o respeito a natureza, a busca pelo prazer, pela sintonia com as ondas, a diversão, o autocontrole, o desafio, a realização e a paz interior. O surf realmente traz estes e outros sentimentos ao homem e devemos sobremaneira a natureza por nos proporcionar o ambiente para a realização de todas essas sensações.

Por mais que o homem crie um ambiente artificial para vivenciar a prática do surf ela não irá substituir inteiramente a relação tradicional do homem com o mar, pois o mar traz consigo o desafio, o desafio de entrar no mar e enfrentar as séries pesadas na cabeça, de acordar cedo e rezar para que se concretize o swell da previsão ou somente o fato de ficar olhando o mar e esperar ele subir no meio do dia, esperar a maré encher ou secar, sair das pedras, ficar mais liso, aumentar a energia, a ondulação. São vários fatores que implica ter humildade e esperar a natureza agir, caso positivo é pegar a prancha e entrar no mar e pegar o melhor horário do dia.

A sintonia com o mar e as ondas e o ato de surfá-las é uma experiência alucinante, incansável para o surfista. Só aumenta cada vez mais o desejo de estar no mar e pegar boas ondas.

Essa relação do homem com o mar é muito bonita, na maioria dos casos o surfista aprende a desenvolver o respeito à natureza, a sentir-se sensibilizado com questões de preservação ao meio ambiente, ao mar principalmente. E esse aprendizado é silencioso, interior, individual, subjetivo, que faz parte da sua experiência com o mar, reforçado com a educação vivida na escola, família e amigos, claro.

Esse contato com o mar e as experiências vividas através do surf cria uma sinergia com o esporte, uma ligação profunda que o envolverá completamente, chamando sua atenção, lhe estimulando, lhe dando energia e motivação, a velha estiga.

Não demora muito para que o surfista se sinta totalmente laçado pelo universo que envolve o surf, por isso muitos dizem que o surf é acima de tudo um estilo de vida. Além de esporte o surf ganha o status de estilo de vida, um mundo voltado para os amantes do esporte, que envolve a cultura da paz, o amor a natureza, a alimentação saudável, a valorização da arte, entre outros valores positivos.

O mar e as ondas têm um poder de atração tremendo. Uma praia com ondas é capaz de atrair muitos adeptos, transformando vidas de muitos jovens. O respeito a esse esporte só cresce na sociedade, as cidades litorâneas vêm descobrindo no surf uma excelente oportunidade para transformar vidas através do esporte, e isso é maravilhoso.

O interessante é que muitas prefeituras em cidade litorâneas Brasil à fora e empresas ligadas a cultura do surf não abriram os olhos para a importância de fortalecer essa identidade do surf. Na medida em que este universo se fortalece, fortalece também todos os produtos e serviços ligados a ela, portanto, é bom para sociedade como um todo.

O papel das Prefeituras nas cidades litorâneas deve ser de fomento e apoio ao esporte, criando estrutura e condições para que os jovens da cidade possam ter a oportunidade de vivenciar a prática do esporte sem grandes dificuldades. Não podemos esquecer que através do esporte surf muitas questões sociais podem ser trabalhadas dentro deste universo, como respeito ao meio ambiente, disciplina, compromisso, cuidado com o corpo, aprendizado de outras línguas

etc. todos esses valores são importantes para termos uma sociedade mais educada, contribuindo para trazer harmonia social.

No que se refere as empresas, vejo que é uma questão de responsabilidade social, de compromisso com o esporte e com a sociedade se colocar como uma empresa que atua no fomento ao esporte – apoiando competições, patrocinando atletas, criando ações e parcerias para fortalecer cada vez mais a cultura do surf – assim as empresas estarão garantindo o fortalecimento de sua imagem e o desenvolvimento do esporte que, como um ciclo virtuoso, estará sempre formando novos atletas e simpatizantes do esporte, aumentando o mercado que eles tanto precisam.

O surf é parceria com a natureza, não há exploração nem submissão, há sinergia entre os dois e isso é lindo, é sustentável.

Ações que em nome do dinheiro e do poder matam o ecossistema, tiram vidas marinhas, exploram o meio ambiente, compromete a natureza, acaba roubando um pedaço de cada um de nós, causa danos irreversíveis, desequilíbrio e compromete o futuro.

Fortalecer o esporte surf, unindo sociedade civil, empresas, prefeituras em torno desta parceria surf/natureza é uma saída importante para nos tornarmos um pouco mais sustentáveis.

Por Gustavo Batalha.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here